Estudo identifica língua portuguesa como “idioma do futuro” para o Reino Unido


29 de Outubro de 2015, ás 12:18 escrito por UE-CPLP



A língua portuguesa foi destacada na seleta lista das línguas consideradas ‘vitais’ num horizonte temporal de 20 anos, partilhando esse estatuto com o espanhol, árabe, francês, mandarim, alemão, italiano, russo, turco e japonês, sublinhou o instituto português, num comunicado.

No relatório “Languages for the Future” (Línguas para o Futuro), que analisa as prioridades linguísticas do Reino Unido, é referido que a seleção de idiomas baseia-se “em fatores econômicos, geopolíticos, culturais e educacionais, incluindo as necessidades das empresas do Reino Unido no que respeita aos seus negócios com o exterior, as prioridades diplomáticas e de segurança e a relevância na Internet”, indicou uma nota informativa.

Os autores do estudo britânico destacaram a utilização do português como língua de trabalho da União Europeia (UE) e em outros organismos internacionais, como a Organização dos Estados Ibero-Americanos, União Africana, Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral e a União das Nações Sul-Americanas, mas também o fato de a língua portuguesa ser o quinto idioma mais utilizado na Internet.

Outros estudos recentes têm vindo a indicar que a projeção da língua portuguesa se deve principalmente ao número de falantes de língua materna, ao número de países de língua oficial portuguesa, à presença e crescimento na Internet, à cultura, sobretudo ao nível da tradução de originais e, desde há alguns anos, à ciência, devido a um forte crescimento da produção de artigos em revistas científicas – destaca o Observatório da Lingua Portuguesa em nota sobre o estudo.

 

Fonte: Conexão Lusófona