Moçambique e China projectam porto de cabotagem em Chongoene


10 de Setembro de 2018, ás 09:55 escrito por UECPLP



Cerca de 3000 milhões de dólares deverão ser aplicados na construção de um porto de cabotagem em Chongoene e linhas de caminho-de-ferro de ligação com o Corredor do Limpopo, em Macarretane, bem como ramais para os projectos estruturantes como as areias pesadas de Chibuto, em Gaza e de Jangamo, em Inhambane, escreveu o jornal Notícias.

O matutino cita Leonardo Simão, presidente do conselho de administração da Muyaque, que disse em Pequim, onde tomou parte no Fórum de Negócio China/Moçambique, que existe já uma parceria com o China Railways International Group para materializar o projecto.

Após a avaliação preliminar, as partes estão de momento a discutir pormenores para se avançar para estudos pormenorizados que deverão determinar os custos definitivos, o tempo de materialização e o retorno do investimento.

A ideia é que além do porto se construa uma linha de caminho-de-ferro e ramais que liguem a Inharrime e Chibuto, por causa dos projectos das areias pesadas, que por si só ajudam a viabilizar a iniciativa.

Segundo Simão, há outras actividades que poderão ser viabilizadas com a existência do porto e da linha férrea em áreas como a agricultura, silvicultura e pecuária.

Uma vez concluídos os estudos, de acordo com a fonte, estes serão submetidos ao governo de Moçambique para decisão final. (Macauhub)


Procurar