Plano de desenvolvimento até 2022 prevê crescimento de 3%


30 de Agosto de 2018, ás 10:13 escrito por UECPLP



O Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022, apresentado neste sábado, em Luanda, a militantes do MPLA, projecta uma gradual aceleração do crescimento económico médio na ordem dos 3 %.

O plano aponta que o desempenho médio real de 3% entre 2018 e 2022 estará associado a uma aceleração do crescimento do sector não-petrolífero, como a agricultura, pesca, indústria transformadora, construção e dos serviços, incluindo o turismo.

Considera um cenário de recuperação moderada do produto interno bruto, mediante a implementação de políticas públicas com menores custos e a melhoria do ambiente de negócios, assim como da introdução de incentivos financeiros à actividade económica.

O Executivo, de acordo com o plano, prosseguirá o esforço para equilibrar as contas públicas, procurando conter as necessidades financeiras do Estado dentro dos limites compatíveis com a capacidade do país e procedeu a uma justa repartição dos rendimentos e da riqueza nacional.

As projecções prevêem a desaceleração da inflação em 2018, comparado ano passado. O mesmo prevê a adopção de 25 políticas estratégicas e 83 programas de acção, em seis eixos..

O programa de governo terá incidência nos domínios “Desenvolvimento humano e bem-estar”, “Desenvolvimento económico sustentável e inclusivo”, “Infra-estruturas necessárias ao desenvolvimento” e a “Consolidação da paz, reforço do Estado democrático e de direito, boa governação, reforma do Estado e descentralização”.

O plano é considerado como o principal instrumento de governação do Executivo, que visa promover o desenvolvimento socioeconómico e territorial do país nos próximos cinco anos.

Abrange os níveis nacional, sectorial e provincial e implementa as orientações estratégicas de desenvolvimento assumidas na estratégia de longo prazo designada Angola 2025.

 

Notícias: mercado.co.ao


Procurar