Governo espera que o Fórum China-África contribua para intensificar a criação da ZEEM em São Vicente


20 de Agosto de 2018, ás 14:46 escrito por UECPLP



Promovido pelo Fundo de Desenvolvimento das relações China/África, o FOCAC vai debruçar-se na cooperação pragmática em vários campos

Home » Actualidades » Governo espera que o Fórum China-África contribua para intensificar a criação da ZEEM em São Vicente
 

Governo espera que o Fórum China-África contribua para intensificar a criação da ZEEM em São Vicente

Promovido pelo Fundo de Desenvolvimento das relações China/África, o FOCAC vai debruçar-se na cooperação pragmática em vários campos

 
 

O Governo espera que a conferência ministerial de Setembro, em Pequim, possa intensificar, cada vez mais, as relações de cooperação entre os dois países para um outro patamar, sobretudo com a agenda da criação da Zona Económica Especial Marítima em São Vicente.

O vice-ministro, Olavo Correia, que destaca a excelência da cooperação sino-cabo-verdiana, mostrou-se hoje convicto de que a na Cúpula do Fórum de Cooperação China-África , em Pequim, projectado para “melhor aprofundar novos modelos de cooperação futura”, “será mais um marco para reconfirmar o quão excelente é a relação entre a República Popular da China e Cabo Verde e entre os povos dos dois países”.

O governante fez questão, durante a cerimónia da entrega de “scanner” de altas tecnologias para as alfândegas da Praia, Sal e Boa Vista, de destacar os marcos relevantes de cooperação chinesa em Cabo Verde, ao nível do investimento, cultura, desporto, promoção empresarial e tecnológico.

Afirma mesmo que os dois governos estão a trabalhar para melhor servir os povos e colocar esta cooperação ao serviço do mundo.

O embaixador da China, Du Xiaocong, considerou 2018 como um ano muito importante para a relações China/África, por considerar que a cúpula do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC, na sigla em inglês), que se realiza em Setembro, irá promover um encontro bilateral entre o primeiro ministro, Ulisses Correia e Silva , e o seu homólogo chinês.

Promovido pelo Fundo de Desenvolvimento das relações China/África, o FOCAC vai debruçar-se na cooperação pragmática em vários campos e espera-se que entre China e Cabo Verde surjam novos progressos com o intuito de aprofundar continuamente a cooperação pragmática, com resultados visíveis entre os povos.

Acredita-se que com os esforços conjuntos da China e dos países africanos, a Cúpula de Pequim do FOCAC será outro evento histórico para fortalecer a solidariedade e a cooperação entre a China e a África.

O fórum da Cúpula de Pequim do FOCAC já é visto como um modelo de cooperação sul-sul e uma bandeira da cooperação internacional com a África.

 

Notícia: anacao.cv


Procurar