FACIM 2015


01 de Setembro de 2015, ás 16:36 escrito por UE-CPLP



O Presidente da UE-CPLP, Dr. Mário Costa, encontra-se esta semana em Moçambique para representar a UE-CPLP na FACIM e efetivar diversos protocolos com instituições financeiras e estatais e entidades privadas, assim como, promover negócios para os associados da UE-CPLP.

De entre as várias visitas protocolares, participação em eventos e estabelecimento de parcerias eficazes destacam-se:

 

- Assinatura de Protocolo de Colaboração com o Banco Único

Enquanto instituição financeira, possui forte experiência no mercado moçambicano e um elevado track-record em empreendimentos referente à Projectos de investimento e em parcerias deste género, encontrando-se em posição de apoiar as actividades dos Associados Membros da UE-CPLP que mantenham interesses económicos em Moçambique, bem como os empresários moçambicanos nas suas estratégias de internacionalização, principalmente para os outros mercados de CPLP;

 

- Assinatura de Protocolo de Colaboração com o IPEME - Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas (http://www.ipeme.gov.mz/)

O IPEME pretende incentivar a implantação, consolidação e desenvolvimento das Micro, Pequenas e Medias Empresas em Moçambique

 

- Assinatura de Protocolo de Colaboração com o APME - Associação Pequenas e Médias Empresas de Moçambique (http://apmemz.org/)

A APME – Moçambique surge da iniciativa das pequenas e médias empresas e empresários de Moçambique e tem por objectivo, entre outros:

a) Congregar todas as empresas nacionais dos mais variados sectores de actividade económica com vista a actuação conjunta e harmoniosa com os restantes intervenientes no ambiente de negócios;

b) Representar e defender os interesses de todos os pequenos e médios empresários;

c) Contribuir para a melhoria da qualidade dos produtos fornecidos pelas empresas filiadas na associação e qualificação dos fluxos e para a eficácia das empresas;

d) Elevar o nível de credibilidade das PME’s perante entidades públicas, instituições financeiras e outros organismos nacionais e internacionais;

 

- Assinatura de Protocolo de Colaboração com o BCI

O BCI é o segundo maior banco Moçambicano, com 51% do capital pertencente à CGD, 30 % BPI e o restante capital moçambicano.