ELEIÇÕES: Presidente da ANP garante que escrutínio terá lugar na data prevista


06 de Agosto de 2018, ás 16:05 escrito por UECPLP



O presidente do parlamento da Guiné-Bissau, Cipriano Cassamá, garantiu hoje que as eleições legislativas vão ter lugar no dia 18 de novembro "sem falta" e apelou os eleitores a se recensearem.

Cipriano Cassamá discursava no monumento mártires de Pindjigui, em Bissau, por ocasião do 03 de agosto, feriado nacional, que assinalou o 59.º aniversário de um massacre pela polícia a vários estivadores do porto que reivindicavam aumentos salariais das autoridades coloniais.

O presidente do parlamento guineense aproveitou a ocasião, marcada por uma marcha e discursos de líderes sindicais, para garantir que as eleições legislativas "vão mesmo ter lugar a 18 de novembro, sem falta".

Cipriano Cassamá apelou a que todos os cidadãos com idade de votar, 18 anos, a se recensearem para que possam participar nas eleições de 18 de novembro.

O Governo marcou o recenseamento eleitoral para decorrer entre 23 de agosto a 23 de setembro.

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) projeta registar cerca de mil potenciais eleitores, no país e nas nalgumas comunidades guineenses na diáspora.

O líder do parlamento disse ter a convicção de que as eleições vão acontecer na data marcada pelo Presidente do país, José Mário Vaz, depois de conhecer a intenção da Nigéria em disponibilizar equipamentos do registo de eleitores "assim que o Governo pedir".

"É só o Governo manifestar um pedido formal, que os 'kits' chegam aqui ao país rapidamente", observou Cipriano Cassamá que apelou os guineenses a se unirem para desenvolver o país. Lusa


Procurar