CCS espera ver supressão de vistos nos PALOP decidida em Julho


25 de Junho de 2018, ás 10:43 escrito por UECPLP



A Câmara de Comércio do Sotavento (CCS) espera ver resolvida, na cimeira do Sal, a questão da mobilidade entre países​ africanos de língua portuguesa, eliminando assim as "barreiras de viagem" que dificultam os negócios no espaço africano lusófono.

“Uma das questões mais importantes a nível da CPLP, para os empresários, é a mobilidade. Não pode haver relações comerciais entre países se os seus cidadãos não podem viajar”, notou Jorge Spencer Lima, à margem da assembleia-geral da CCS, considerando que essa “barreira de viagem” tem que acabar.

Neste sentido, adiantou que a CCS já enviou três propostas para a cimeira, apontando que, no quadro dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), está “sobre a mesa” um acordo de supressão de vistos entre esses Estados.

“Esperamos que este acordo de supressão de vistos entre os países africanos de língua portuguesa, incluindo a Guiné Equatorial, possa ser assinado na ilha do Sal no próximo mês de Julho”, perspectivou Spencer Lima.

O responsável associativo relevou também que o projecto da ligação marítima de Cabo Verde com os países da sub-região africana vai estar operacional no próximo ano. Ao que indicou, o estudo de viabilidade do projecto já está pronto e em fase de financiamento e criação de um quadro de accionistas entre os vários países.

Acrescentou que o projecto vai ser igualmente apresentado na cimeira da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), prevista para os dias 17 e 18 de Julho, na ilha do Sal, e que há “muita expectativa” dos países nesse empreendimento.

 

Notícia: Expresso das Ilhas


Procurar