Cabo Verde e OMS assinam programa de saúde para os próximos dois anos


15 de Fevereiro de 2018, ás 11:34 escrito por UECPLP



Milhão e meio de dólares é o orçamento do programa de saúde 2018-2019 entre Cabo Verde e a OMS

O Representante da Organização Mundial da Saúde, Mariano Castellon, diz que o orçamento do programa 2018-2019 tem por finalidade alcançar alguns indicadores e resultados para o biénio a que diz respeito.

"Podemos falar em montantes aproximados para o biénio, estamos a falar de um milhão e meio de dólares de recursos regulares, um projecto zica que deve andar na volta de oitocentos mil dólares e um projecto de apoio à cobertura universal que deve andar por volta de quatrocentos mil dólares", explica.

A assinatura do programa aconteceu no âmbito da apresentação da implementação dos Planos Sanitários Regionais.

Para o ministro de Saúde, Arlindo do Rosário, a elaboração dos planos a partir da especificidade de cada região irá desenvolver o sector da saúde.

"O que podemos fazer, se podemos ou não melhorar ainda mais, dentro daquilo que é possível nas condições do país, como tirar o maior rendimento daquilo que temos, fazer muito com pouco, e isto acho que é algo fundamental e que passa necessariamente por uma maior organização, não só da prestação dos cuidados, mas também de toda a gestão das estruturas", assegura.

A apresentação dos planos sanitários regionais, das ilhas e dos hospitais, no quadro da planificação sanitária nacional, esteve sob responsabilidade da Directora Nacional de Saúde, Maria da Luz Lima.

 

 

Fonte: Expresso das Ilhas