EUA e Cabo-Verde ultimam acordo de defesa e segurança


31 de Julho de 2017, ás 18:18 escrito por UECPLP



Os Estados Unidos e Cabo Verde estão a ultimar um acordo de cooperação militar que que envolve defesa e segurança e que estará concluído no próximo mês de setembro. Trata- se do Acordo de Estatuto de Forças, em inglês Status of Forces Agreement – SOFA e o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, questionado pela Lusa, já esclareceu que um acordo deste género é sempre estabelecido para determinar as condições em que forças militares estrangeiras podem operar num país.

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, em declarações públicas esta semana, afirmou que o seu país recebeu uma proposta dos EUA e que introduziu algumas mudanças. Adiantou também que o acordo final deverá ser assinado em setembro, sendo que ainda aguardam pela reação às propostas do Governo.


O governante explicou que o objetivo é garantir “mais proteção às águas territoriais [de Cabo Verde] e garantir uma circulação, sem muitos problemas, de bens e mercadorias que circulam do Atlântico Norte para o Sul e do Atlântico Sul para o Norte também”. Luís Filipe Tavares disse que está a ser preparado, para 2018, um conjunto de exercícios militares nas águas de Cabo Verde, práticas que considera importantes porque “dissuadem todo o tipo de tráfico que existe na sub-região, nomeadamente de seres humanos, de droga, pesca ilegal, entre outras”.


As autoridades cabo-verdianas classificam o acordo com os Estados Unidos como “ambicioso”. Está de resto em curso uma estratégia da diplomacia daquele país africano destinada a conseguir do Governo americano um terceiro pacote do Millennium Challenge Account.


Celebrou-se a 5 de julho o 42º aniversário da independência de Cabo Verde. Na receção oferecida para assinalar a efeméride pelo embaixador do país na capital americana, Carlos Veiga, o empenho do seu Governo em concluir um ambicioso acordo de defesa e segurança foi reafirmado ao representante do Departamento de Estado (o equivalente ao Ministério dos Negócios Estrangeiros).